Missões

Família Yud

Carta Mensal

Curitiba, 18/09/2016 - A família Yud está na Suíça por aproximandamente quatro meses. Aqui compartilham conosco em carta mensal as novidades, dificuldades que têm encontrado e também os motivos de oração.

“É tudo diferente. Começar tudo de novo não é fácil. Até o nosso nome é diferente. Estávamos acostumados a escrever Yud, no Brasil, no Paraguai, no Peru, e agora, depois de 50 anos, tenho que aprender a escrever o meu nome novamente. Aqui é Jud. Temos muitos desafios, muitos momentos de querer jogar a toalha, voltar atrás. Não é nada fácil. Precisamos estar nas mãos do Pai a cada dia, e depender inteiramente dele, no pensar, no falar, no escutar, no fazer, no não fazer por não ter entendido o idioma, em tudo. Confiar em Deus”, comenta Isaias.

Ao chegar à Suíça, a família teve que entrar em um curso para aprender alemão. Depois de dois meses, conseguiram entender algumas palavras, mas ainda estão com dificuldades para se comunicar. “Pedimos que nos ajudem a orar para que possamos aprender rápido esse idioma, principalmente para poder falar do amor de Jesus para as pessoas deste Pais”, diz.

Os missionários estão na Suíça para pastorear uma igreja Portuguesa/Brasileira na cidade de Rüti e pedem ajuda em oração por este ministério.

Motivos de Oração:
Que pessoas conheçam a Jesus hoje, como Senhor e Salvador. Na Suíça, no Peru, no Brasil, em todas partes;
Carteira de Motorista - Dia 20/09 Isaias tem um exame para tirar a carteira Suíça;
Escola do Mateus - aprendizado do alemão, futuro e profissão, testemunhar de Cristo;
aprender a cultura suíça.


 

Césio e Leci Moura

Informações sobre a viagem missionária

Curitiba, 14.08.2016 - De 08 a 18 de julho, Césio e sua esposa Leci, acompanhados por Roberta, voluntária do Núcleo Canaã Saúde, estiveram em Porto Velho/RO, na base da JOCUM (Jovens Com Uma Missão), na Estrada do Belmonte.

A intenção do casal nessa viagem era rever os queridos amigos e amigas da estrada e também os missionários e missionárias dessa base, aproveitando para realizar atendimentos na área da saúde. Eles relatam, com muita alegria, que puderam rever mais de cem moradores e ex-moradores da estrada e trinta missionários da base. Na área da saúde, fizeram quatro pequenas cirurgias, quinze atendimentos na clínica da JOCUM e cinco atendimentos a pessoas que estavam em uma chácara de recuperação para dependentes químicos.

Os missionários também participaram de um culto, com Santa Ceia, na casa da dona Angélica e visitaram o local onde será construída a futura igreja pastoreada pelo pastor Francisco. Reencontraram várias pessoas do tempo em que moraram na base missionária, no outro lado do rio, na Comunidade Maravilha. Em todas as oportunidades que encontraram durante a viagem, em visitas, atendimentos e mesmo de lazer, os missionários distribuíram mais de 150 livretos evangelísticos, denominados “Bíblia Mirim”, contendo uma relação de passagens bíblicas com promessas, versículos chaves para o plano de salvação e, no final, o convite para aceitar a Jesus Cristo como Salvador pessoal.

“Louvamos ao Senhor pela vida das pessoas que intercederam e intercedem por nós, pela vida de todos os que nos receberam e nos ajudaram durante a viagem e oramos para que o Senhor oriente, abençoe e supra a vida de cada um”, agradece Césio.

 

Emely Crystal

Informativo

Curitiba, 07.08.2016 - Desde 2010, a missionária da 1ª IPIC, Emely Crystal, tem vivido as melhores experiências com Deus em diversos países da América do Sul e do Norte. Depois de frequentar a Escola de Treinamento e Discipulado (ETED) do projeto Jovens Com Uma Missão (JOCUM), passou a se dedicar à assistência social em comunidades carentes e a atividades recreativas com crianças.

No mês de junho, a missionária Emely esteve por alguns dias no Brasil. Aproveitou a oportunidade e atualizou seu visto para os Estados Unidos. Nesse momento, a missionária já está de volta a Kansas City, onde ficará por mais alguns meses. Emely já finalizou o curso na universidade, mas continua executando o trabalho com as crianças. Na primeira semana da missionária na cidade, ela esteve em um acampamento chamado “Kids Across America”. KAA é um acampamento cristão de verão para jovens e crianças de subúrbios americanos. Este acampamento também proporciona um tempo de descanso e treinamento para os líderes que têm trabalhado com essas crianças durante o restante do ano. A missionária, juntamente com mais dois obreiros do Ihop, levaram 16 crianças e adolescentes para esse acampamento. Muitos dos adolescentes fizeram uma decisão por Jesus e semanalmente tem sido realizado discipulado com eles.

Além dessas atividades, a missionária trabalha nos acampamentos de verão para crianças do Ihop como conselheira. São, em torno de 120 crianças que, durante uma semana são encorajadas a estabelecer um relacionamento profundo com Deus desde pequenas.

Agradecimentos: pelo suporte em oração que tem recebido para o trabalho e pelas crianças.

 

Carlos e Sandra Catito

Através de nós, e por nós

Em sua carta mensal, Sandra e Carlos iniciam com um versículo “Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! “Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar” (Josué 1.9), e nos trazem uma pequena reflexão: “Seja qual for a luta que cada um de nós esteja passando, que não venha nos tirar da vontade de Deus e do caminho que ele escolheu para cada um de nós”.

O casal de missionários continua servindo ao Senhor na Congregação do Pilarzinho, em Curitiba, com as seguintes atividades: discipulados, pregações, e estudos bíblicos. “Quanto às pregações, alguns irmãos têm testemunhado como Deus tem usado o Catito ao pregar a palavra, como também ficam bem esclarecidos” comenta Sandra. A missionária ainda compartilha que no trabalho realizado diretamente com as mulheres, através da comunhão e intimidade, elas sentem liberdade de compartilhar alguns pontos fracos e fortes de suas vidas frente às situações adversas.

Motivos de oração:
Pela saúde da família de missionários (em especial das filhas - por serem alérgicas e preocuparem o casal às vezes com bronquite e dermatite atópica);

Pelos trabalhos na Congregação do Pilarzinho, para que Deus possa orientar e conduzir estes trabalhos; pelas pessoas que aparecem esporadicamente, para que possam assumir um compromisso com Cristo e com a igreja;
Para que Deus possa suprir as necessidades de nossos irmãos e irmãs em Cristo e, no geral por todos aqueles que têm sido afetados pela crise;
Agradecimento, mesmo em meio à crise financeira que o Brasil enfrenta, Deus tem sido fiel e tem provido o pão de cada dia.

 

Taina e Eduardo

Notícias do Casal

Desde que voltaram da Europa, Taina e Eduardo queriam fazer a cerimônia religiosa para seu casamento (casaram no civil para adiantarem o processo de solicitação de cidadania italiana), porém os gastos com uma cerimônia são elevados e, mesmo com todos os meios que os missionários planejaram para baixar o orçamento, não encontraram opções a não ser trabalhar para levantar esses recursos. Desta forma, eles não conseguem se envolver com missões em tempo integral.

Eduardo está em Curitiba, trabalhando nas Livrarias Curitiba no Shopping Barigui, onde guarda o salário para pagar a cerimônia e Taina, está em Ibitinga/SP, onde continua trabalhando para a empresa da Irlanda. Os recursos ficam guardados para que possam viajar e obter a cidadania. Tudo isso planejado para acontecer em outubro deste ano. Depois disso, existe uma pequena possibilidade de o casal voltar para a JOCUM (Jovens com Uma Missão). Eles têm orado pra garantir que seja a vontade de Deus. Receberam o convite para liderar o Ministério de Comunicação da base de Almirante Tamandaré, com cerca de sete obreiros com trabalho integral de abrangência nacional e internacional nas áreas de comunicação.

“Ir pra base agora seria o mesmo que desistir da cerimônia de casamento, pois o valor que ganharíamos, pagaria somente os custos com as missões.” Comenta Eduardo.

Motivos de oração: Pelo trabalho de ambos; pelo direcionamento de Deus se devem tirar a cidadania primeiro ou assumir o ministério da Jocum; para preparativos do casamento; os documentos da cidadania (correções, traduções, carimbos e ida ao consulado); pela saúde, pois estão desgastados, mental e fisicamente; pelo emocional, pois atualmente vivem separados e isso traz ansiedade, preocupação e saudade.

 

Tatiane Maranhão

Tempo de descanso

A missionária Tatiane Maranhão acaba de chegar de Málaga, na Espanha, e conta que trouxe muitas experiências, aprendizado e novo ânimo para a próxima etapa. “As últimas seis semanas foram muito intensas. Deus me convidou a uma jornada olhando para os últimos cinco anos no ministério avaliando o aprendizado, os ganhos, as perdas e incentivando-me a reavivar paixões adormecidas e sonhar novos sonhos”, comenta Tatiane.

Em sua carta, ela compartilhou que Deus tem revelado em seu coração e para sua vida que, um bom líder cuida bem de si mesmo e inspira os seus liderados a viverem vidas saudáveis e plenas emocionalmente, intelectualmente e também fisicamente. “Ao longo deste curso, me reavaliei como líder, fui confrontada com alguns padrões de vida e comportamento que precisam mudar. Uma das coisas que Deus me mostrou foi o quanto viver na Alemanha tem sido difícil para mim. Eu me adaptei a níveis altos de estresse achando que isso era normal mas, depois de participar do curso, percebi que estou muito cansada e sobrecarregada. As palavras que recebi, foram sobre um tempo de descanso” diz Tatiane.

A missionária indicou algumas situações que lhe causam estresse ultimamente: dificuldades para retirar o visto em Berlim; dificuldade financeira por conta do enfraquecimento do Real e o cansaço causado pelo longo período vivendo em uma outra cultura, falando outras línguas. Desta forma, a missionária sentiu que deveria retornar ao Brasil para descanso, consultas médicas e levantar novos mantenedores para suprir o sustento em campo. A missionária ainda comenta: “É muito triste e doído sair daqui depois de tanto envolvimento e dedicação, mas a paz é incomparável, pois o melhor sentimento do mundo é a paz que procede da certeza de estar tomando o passo certo. Portanto, desta vez eu escrevo um até logo.”

 

Césio e Leci Moura

Informativo Junho/2016

Curitiba, 19.06.2016 - Em 2005, o médico Césio Moura e a sua esposa Leci mudaram-se para Porto Velho (RO), para trabalhar com a população Ribeirinha das margens do Rio Madeira. Juntos, lutaram para que o povo desta região tivesse uma vida mais digna. Mas voltaram para Curitiba e atualmente atuam na Canaã Saúde, atendendo à população carente da capital paranaense por meio de serviços médicos.

Césio e Leci estarão em viagem para Porto Velho/RO, de 08 a 18 de julho. Pretendem, com a orientação e ajuda do Senhor, evangelizar os moradores da Estrada do Belmonte, prestando atendimento na área da saúde através da clínica da JOCUM que fica nesta estrada e onde estarão hospedados. Além disso, pretendem evangelizar as pessoas que moram na região e também as que se mudaram para bairros próximos, devido a uma grande enchente que aconteceu por lá.

A irmã e voluntária da Associação Canaã Saúde, Abília Roberta, acompanhará o casal de missionários durante a viagem, auxiliando nos atendimentos, visitas, evangelização e no cuidado com a missionária Leci quando necessário. “Pedimos que estejam em oração por nós: que o Senhor nos use, nos oriente e abençoe com os recursos para as passagens, alimentação, deslocamentos e todas as demais necessidades.” comenta Césio.

O missionário também pede orações para a publicação de um livro o que ele traduziu do inglês com o título de “A Caixa”.A publicação apresenta estratégias de abordagem para evangelização de ateístas e agnósticos. O autor já autorizou a publicação e agora ele aguarda o processo de diagramação, confecção da capa para a impressão, que deverá ser feita pela Editora da JOCUM na base de Almirante Tamandaré.

 

30 dias de oração

Pelo mundo muçulmano

Como o 30 Dias começou?
A origem deste chamado à oração e jejum pelo mundo Muçulmano teve origem com um grupo de líderes cristãos orando pelo mundo islâmicco durante uma reunião no Oriente Médio, em abril de 1992. Deus colocou um fardo de oração nos corações destes homens e mulheres para chamar o maior número de cristãos possível para orar pelo mundo muçulmano.

Quantas pessoas/países estão envolvidos?
O evento atrai cristãos de todo o mundo a uma reunião de oração global. O guia de oração “30 Dias de Oração Pelo Mundo Muçulmano” é produzido em mais de 42 idiomas a cada Ramadã. Milhões de Cristãos se juntaram em oração, entre denominações, idiomas e culturas para orar pelo mundo Muçulmano.

Porque durante o Ramadã?
Este evento de oração é planejado para coincidir com o mês islâmico do Ramadã para que nós, o Corpo de Cristo, possamos dar enfoque no coração de Deus pelo mundo Muçulmano. O Ramadã é uma grande forma de fazer um marco para o movimento de oração em algo que os cristãos podem compreender e se relacionar (literalmente um mês do calendário chamado Ramadã).

Qual é o propósito do projeto 30 Dias?
O propósito é chamar os cristãos para orar pelo mundo muçulmano, especialmente:
– Para um maior romper do Evangelho entre os muçulmanos;
– Por um compromisso maior de oração dos cristãos.
– E por mais missionários liberados para trabalhar entre os muçulmanos.

Os 30 dias vão de 6 de junho à 5 julho de 2016.
Ore com fé, esperança e amor pelo mundo muçulmano.
Mais informações no site: www.30-dias.org 

 

Tatiane Maranhão

Notícias, agradecimentos e motivos de oração

Curitiba, 29.05.2016 - Tatiane sente-se honrada em participar dos treinamentos que tem acontecido na Espanha. Como é uma das mais novas, fica impressionada em ver que outros participantes já estão em missões por 30 ou 40 anos, e que, com muita humildade, estão abertos para vivenciar e aprender com pessoas mais novas, mesmo tendo tanto para ensinar. (Na foto, casa que está hospedada com os dois casais que estão em missões por 30 anos e suas colegas de quarto).

A entrevista para renovação do visto de Tatiane será dia 13/06; a situação não é muito favorável – muitos vistos foram negados para a Europa, a principal razão é a presença de um grande número de refugiados. “Vemos a fragilidade deste momento, e estamos muito felizes em ver estas pessoas sendo acolhidas e mais do que isso, recebendo vida eterna. Muitos muçulmanos têm sido alcançados e esta é uma porta aberta que não esperávamos, mas oramos com fé para que fosse aberta. Por isso, independente do que acontecer com meu visto, eu sei que os planos de Deus para mim já foram traçados e posso confiar em sua fidelidade”, comenta Tatiane.

Motivos de oração: Entrevista para o visto; Saúde; Finanças (pela provisão, para que Deus levante parceiros que invistam em seu treinamento); Proteção (física e espiritual).

Eu sempre compartilho sobre minha igreja onde quer que eu vá e um dos comentários que ouvi aqui na Espanha foi: “Você tem a Igreja dos sonhos que todo missionário gostaria de ter”. Sim, vocês são bênção em minha vida!” Agradece Tatiane.

 

Família Yud

Uma nova história

Curitiba, 15.05.2016 - A família Yud atuou com misssões no Peru, na evangelização e no auxílio social a tribos indígenas localizadas no país. Os missionários plantaram diversas igrejas em meio ao povo indígena peruano e treinando índios para serem líderes nestas congregações.

Após um tempo difícil de despedidas, carregadas de emoção, no dia 26 de abril a família Yud embarcou para a Suíça. Os planos para este novo tempo são pastorear a igreja na Suíca, bem como aprender alemão, conhecer mais da cultura local e ir em busca de outra parte do sustento (o custo de vida lá é quatro vezes maior do que no Peru). A família ainda esta passando pelo processo de adaptação, que inclui também a transferência e os estudos do filho Mateus.

O novo ministério do casal começou no último dia 1º na Igreja Evangélica Livre de Rüti, em Zurique. Você pode acompanhar e ter mais informações em: www.ierueti.ch

Pedidos de oração da família missionária:Que mais pessoas conheçam a Jesus hoje, como Senhor e Salvador. Que haja arrependimento e recebam o presente a salvação em Jesus. Estudos, proteção espiritual, física e emocional, relacionamentos. Também sobre as famílias e amigos que ficaram no Peru, para que Deus dê o sustento e a força necessária para continuar o trabalho em prol do Reino.

“Muito obrigado por fazerem parte das nossas vidas, muito obrigado pelas orações, pelas ofertas, que Deus recompense. Juntos para estender o Reino de Deus na terra. Deus os abençoe e os recompense”, agradece Isaías.

 
Pagina 4 de 18

Acesso Área Restrita

Você está aqui: Início Ministérios Missões Notícias