Missões

Emely Crystal

Carta Setembro

Curitiba - 24.09.2017 - Emely Crystal está em Belo Horizonte por quase um mês e está fazendo um curso de “Desenvolvimento Comunitário” na base da Jocum da cidade.

A Jocum BH é uma das bases mais antigas do Brasil e seu trabalho é, em sua maioria urbano. O grupo possui seis casas em diferentes regiões da cidade e cada uma delas tem trabalhos com as comunidades ao seu redor. A casa onde Emely está morando e estudando chama-se “Casa Luzeiro”.

A Casa Luzeiro é um centro comunitário que atende crianças e famílias carentes na comunidade chamada Serra/Cafezal, que é parte do maior aglomerado de Belo Horizonte. A casa trabalha com visitas, hidroginástica e discipulado com as mulheres, atividades com as crianças durante a semana e atividades esportivas com os adolescentes da comunidade.

Além das atividades do curso, como aulas e trabalhos, a missionária está ajudando no trabalho com as crianças da comunidade duas tardes por semana, promovendo aulas de artes manuais, inglês, esportes, jogos e recreação.

Emely relata que tem sido marcante conhecer a história de cada criança e conviver com elas ,não apenas quando vão para a Jocum, mas também no dia a dia, enquanto convivem juntas na mesma vizinhança.

A missionária ficará mais dois meses em Belo Horizonte e pede que os irmãos estejam orando por esse tempo e por tudo que virá pela frente.

 

Sandra e Carlos Catito

Carta mensal

Curitiba 10.09.2017 - Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade! (Lamentações 3: 22-23).

Graça e paz, irmãos em Cristo Jesus! Somos gratos a Deus pela sua misericórdia que não tem fim, e por isso podemos estar aqui mais uma vez testemunhando da fidelidade do Senhor em nossas vidas.Mesmo em meio a algumas dificuldades, Deus tem cuidado de cada um de nós e cremos que, da nossa igreja também como um todo.

Nós continuamos servindo na congregação do Pilarzinho. O Catito, na área de ensino com as ministrações nos cultos, discipulados, estudos e visitas, e por meio de suas ministrações, Deus tem falado e nos ensinado princípios de sua Palavra que tem nos exortado, edificado e consolado.

Quanto a mim, tenho servido nos encontros de mulheres, ministrando a Palavra com estudos direcionados e com auxílio da Débora no artesanato, no qual as mulheres testemunham que este tempo que passamos juntas tem sido como um refrigério, onde aprendemos, compartilhamos, oramos e nos edificamos umas
às outras e, nos cultos da noite ministro para as crianças, onde tenho percebido que, por meio do louvor, é que elas têm gravado a Palavra de Deus no coração.

Por fim, queremos pedir as vossas orações, em relação à nossa volta para Angola, pela qual temos orado e entendido de Deus, que assim que findar este ano, quando Catito termina a faculdade, estaremos nos preparando para nossa viagem de volta para lá, a fim de darmos continuidade ao ministério que Deus nos confiou. Pois alguns de nossos irmãos/amigos em Angola têm nos esperado para que em conjunto possamos colocar em prática nossos projetos.

Sandra Cristina Neto

 

Família Oliveira

Romulo, Gabi e Joaquim

Curitiba 03.08.2017 - Depois de quase dois meses no estado de São Paulo, e de duas semanas que Romulo passou em Manaus, a família Oliveira voltou às suas atividades com o ministério em Curitiba.

Quando não estão em campanha, os missionários têm as rotinas de reuniões administrativas, tratando de agenda e da parte burocrática, além de tempo de louvor, intercessão, palavras e estudos, paralelamente aos ensaios de dança.

Neste momento, o foco está na campanha de Manaus, que começará no mês de Novembro, e uma semana em Dois Vizinhos (Interior do Paraná), no mês de Setembro, além de evangelismos locais.

O plano para o ano que vem é um projeto para conseguir trocar a Van usada nas campanhas, que já está bem velha e tem impossibilitado a família de fazer algumas viagens. Além de campanhas internacionais e a ETED .

Em 2014/2015 o visto americano para poder trabalhar com o GX Internacional foi negado. Agora os missionários têm buscado entender se talvez o ano que vem seja o tempo certo de tentar o visto de novo ou não; ou talvez Deus tenha outros planos para eles; ou ainda, se é tempo de continuar mais um pouco por aqui.

Os missionários compartilham suas dificuldades financeiras e pedem oração nesse sentido.

Também pedem oração para o futuro da família, especificamente para o ano de 2018, para que estejam em sintonia com o que Deus tem no coração para sua família.

 

Danilo de Oliveira

Breve testemunho

Curitiba 27.08.2017 - Desde pequeno, sempre tive muito interesse por ciência, história e a Bíblia. Com 14 anos, comecei a estudar bastante sobre criacionismo, os impasses entre a criação, a Bíblia e a evolução, na área científica e teológica. Com 15 anos, dei minha primeira palestra sobre a temática em um acampamento na Jocum. Desde lá, não parei mais e já dei várias palestras em igrejas, instituições de educação e acampamentos. Faz exatamente 10 anos que tenho exercido esse ministério.

Em 2010 cursei a Escola de Treinamento e Discipulado (ETED) da Jocum em Lausanne (Suíça), com seu período prático realizado no Chile ajudando as vítimas do terremoto que ocorreu no mesmo ano.

Recentemente, fui aceito e convidado para fazer meu mestrado em Paleobiologia na Universidade de Bristol (Inglaterra). Esta é uma das universidades inglesas mais bem conceituadas e seu departamento de Ciências da Terra tem um bom destaque em rankings de universidades.

Na minha experiência, tenho visto que cada vez mais os jovens estão interessados nessa área de união da ciência e a Bíblia, pois muitos deles tem grande dificuldade em relação a isso quando entram no meio universitário. Trabalharmos esses temas com esses jovens ajuda a garantir que eles tenham uma cosmovisão correta de suas profissões e as utilizem para o bem de um todo, e para o avanço e melhoramento de toda uma sociedade.
Peço que orem por este tempo de preparação para minha viagem. Estarei indo à Bristol dia 11 de setembro.

Eu já alcancei muitos desafios: as inscrições, os valores para o visto, seguro obrigatório, passagem de ida e mais 30% do valor da moradia, o sustento mensal de alimentação; mas ainda há a necessidade financeira em relação aos pagamentos dos custos do programa de mestrado e mais 70% do valor da moradia.

Meu WhatsApp é: (44) 99947-9036. O número de minha conta bancária é:
B. Bradesco, Agência: 0069-8,
Conta Poupança: 1012805-6,
CPF: 082.518.569-65.

Danilo Camargo
de Oliveira

 

Thaisa Colle

Carta Julho / Agosto

Curitiba 20.08.2017 - Há dois meses e meio a missionária Thaisa Colle está na Alemanha. Nesse tempo, ela realizou trabalhos no departamento financeiro da base, que há 3 meses não recebia voluntários nesta área.

Neste momento, ela coordena e trabalha com a equipe que cuida da limpeza, da cozinha, da arrumação de quartos para visitantes e grupos que vão até lá para atuarem junto aos refugiados e aproveita para recebê-los.

A missionária conta que o trabalho com os refugiados tem sido um desafio maior do que o esperado. São pessoas do Afeganistão, Iraque, Síria. Falam árabe, farsi, o alemão em processo de aprendizagem e alguns falam um pouco de inglês.

No mês de julho, boa parte dos refugiados foi transferida para uma cidade vizinha, o que dificultou ainda mais o trabalho. Mas os missionários foram abençoados com uma Van e os projetos tem continuado, como as aulas de alemão para mulheres, um tempo exclusivo onde elas podem se enxergar como pessoas de valor, o que não é comum para elas. Há também a “boutique” com doações, onde os refugiados podem “comprar” roupas pelo preço simbólico de 50 centavos, que são revertidos em sorvetes para as crianças.

Uma das razões pelas quais Thaisa foi para a Alemanha foi o projeto de distribuição de Bíblias. Este mês o projeto já será colocado em prática, pela fé, com 10 mil exemplares .

Pedidos de oração:
- Para que Deus direcione em todas as etapas de preparação de distribuição de Bíblias, para que Deus abra as portas e que pessoas sejam tocadas para fazer parte desse projeto;
- Provisão financeira para pagar as Bíblias;
- Para a Alemanha se voltar para Deus.

 

Israel e Miriane

Carta Mensal

Curitiba, 06.08.2017 - Nas cartas anteriores dos missionários Israel e Miriane, eles haviam compartilhado a preocupação com o filho Lucas, que passou por uma cirurgia no tendão, resultado de uma brincadeira com estilete. Lucas ama criar seus brinquedos e acabou se machucando. Foram cinco semanas de cuidado e imobilização e agora os missionários contam que a recuperação tem sido muito boa.

Os missionários têm sentido bem de perto os cortes do governo na área de saúde e também em outros órgãos, o que tem aumentado muito o trabalho e a procura dos índios por remédios, por auxílio e por tantas outras coisas. “É uma carência grande”, contam.

Israel e Miriane relatam o sentimento de impotência em meio a tanto trabalho e necessidade. Os índios precisam muito de ajuda, em muitas situações. Não conseguem resolver sozinhos coisas simples.

“Através de tudo isso, dessa “ajuda”, temos ganhado a confiança do povo e a amizade deles e através disso temos tido a oportunidade de falarmos sobre a Palavra de Deus.”

No período de férias a família de missionários esteve na Aldeia Capivara e na Aldeia 21, fazendo um roteiro de cultos, falando sobre o pecado e frutos do arrependimento. Eles relatam que nas duas aldeias Deus os surpreendeu muito, pois as lutas foram muitas, mas, viram o quanto Deus é fiel com quem é
fiel aos seus propósitos. Praticamente todas as pessoas compareceram aos cultos.

Os missionários pedem oração pelos desafios que virão, para que Deus dê graça
e que possam ser testemunhas firmes do Seu amor, sem vacilar. Também pedem oração pela vida dos filhos Lucas e Gabriel, por saúde e proteção.

 

Família Oliveira

Romulo, Gabi e Joaquim

Curitiba 30.07.2017 - Nos meses de maio e junho, Romulo e sua equipe fizeram uma campanha de evangelismo no interior do estado de São Paulo. Durante esse tempo, passaram pelas cidades de Artur Nogueira, Iracemápolis, Araras e Cosmópolis.

Os missionários contam em sua carta que foi um tempo muito bom, não só na parte de evangelismo, mas também como família, onde foram renovados com um novo ânimo.

No total, 12.433 pessoas foram alcançadas pelo evangelho e 4.678 delas decidiram entregar sua vida a Cristo em 22 escolas, dois asilos, uma casa para menores infratores, duas praças, quatro igrejas e três shows.

Agora, o próximo passo será a preparação para as novas viagens. Entre os meses de agosto e setembro será realizada uma campanha de duas semanas no interior do Paraná, nas cidades de Dois Vizinhos e Palmas.

Romulo acabou de voltar de duas semanas em Manaus, se preparando para a campanha de final de ano.

Além das campanhas, os missionários têm atividades administrativas semanais e evangelismos locais em Curitiba.

“Muito obrigado pelas orações, ofertas e mensagens de carinho para conosco. Através de tudo isso você foi canal de provisão de Deus em nossas vidas”, agradece a família.

 

Família Brandão

O Dromedário

Curitiba 23.07.2017 - “Eis que Deus é a minha salvação; confiarei e não temerei, porque o SENHOR
Deus é a minha força e o meu cântico; ele se tornou a minha salvação”. Isaías 12:2.

De 19 a 31 de julho, Carlos estará viajando para o Norte da África, onde ele e sua família haviam morado anos
atrás, para encorajar os irmãos alí, onde é proibido praticar a fé cristã. O missionário pede oração por sua viagem e por sua família em sua ausência.

Carlos conta em sua carta mensal que o Alzheimer de dona Maria, sua sogra, tem avançado, afetando aos poucos cada vez mais
suas habilidades mentais.

A família Brandão pede oração pela vida de dona Maria, e pelas finanças, para poder fechar as contas do mês, que mesmo com a aposentadoria de dona Maria, não tem sido o suficiente. Existe a necessidade de pagar uma senhora
para cuidar dela algumas horas por dia, e cobrir despesas de
medicamentos e fraudas descartáveis para adulto.

“Agradecemos as orações e apoio, sós não é possível prosseguir.”

 

Israel e Miriane

Carta Mensal

Curitiba, 25.06.2017 - Israel e Miriane contam, em sua carta mensal, o sentimento que a família tem vivido nos últimos dias com o texto bíblico: “Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos”. 2 Coríntios 4:8,9.

“Estamos nos recuperando todos juntos depois de mais um susto e nos sentimos exatamente como está neste versículo. Temos sido atribulados, em meio às lutas e acontecimentos, mas, sentimos que Deus não tem nos desamparado!” Comenta Miriane.

O filho do casal, Lucas, está em tratamento do acidente que havia sofrido há dois meses. E há uma semana ele acabou se machucando novamente, tendo que passar por uma cirurgia na mão. Já tirou os pontos e está tendo um boa cicatrização, ficando mais 5 semanas imobilizado, por ter cortado o tendão também.

Com as férias do Gabriel e do Lucas, filhos do casal, a família poderá passar mais tempo na aldeia.

A proposta é passar um tempo na Aldeia Capivara e também na Aldeia 21.

A família pede oração por esse tempo nas aldeias, para que Deus dê sabedoria, capacite e dê força para todo o trabalho, proporcionando um tempo de comunhão, ensino e alegria com os indígenas.

 

Thaisa Colle

Carta Junho

Curitiba, 18.06.2017 - Em sua útima viagem a Tailândia, Thaísa começou a trabalhar com refugiados e fazer parte do projeto de distribuição de bíblias na Alemanha. No mesmo dia que a oportunidade de participar do projeto apareceu, a missionária conseguiu a cidadania italiana, que dá condições de viver na Alemanha como qualquer europeu.

Thaisa comenta que crê que Deus quer avivar a Alemanha, principalmente a parte oriental. Mais de 40 anos de comunismo e perseguição à religião deixaram uma marca na região. Hoje, quase 80% dos habitantes da antiga Alemanha Oriental não são afiliados a alguma igreja, contra 36% da média nacional.

A missionária está na Alemanha a 3 semanas e já teve algum contato com os refugiados do Afeganistão e Síria, principalmente com crianças.

Participou da Conferência Nacional de Líderes e Obreiros da Jocum (Jovens com uma missão) onde pode ter uma idéia de todo o trabalho que é feito na Alemanha e através dos missionários da Jocum Alemã ao redor do mundo.

Thaisa irá para a Itália se registrar como residente, fazer a documentação para transferir para a Alemanha e pede oração para os irmãos para que Deus possa dirigir todas as coisas, por sua adaptação e aprendizagem da lingua Alemã que é fundamental para o trabalho com os refugiados.

 
Pagina 1 de 17

Acesso Área Restrita

Você está aqui: Início Ministérios Missões Notícias