Editorial semanal

Para se sonhar e viver!

Rev. Emerson Orenha

Ainda estamos no início do ano; e ainda com grandes sonhos; sonhos cativantes e desafiadores. Isto é muito bom, pois o mundo precisa de visão e direção; precisa de pessoas que sonham.

Na palavra de Deus, encontramos o personagem José: ele teve grandes e maravilhosos sonhos que se concretizaram. A Bíblia o compara como um “ramo frutífero” (Gn 49:22); uma pessoa comum, mas que fez diferença e marcou positivamente a história de toda a humanidade. Foi maltratado, desprezado e vendido como escravo por seus próprios irmãos; foi tentado, injuriado e condenado; todavia, nunca deixou de produzir frutos. Além disso, José não permitiu que o ódio, a amargura e os ressentimentos roubassem suas energias úteis à realização dos seus sonhos.

Outro cuidado de José foi manter-se junto à fonte; era “um ramo frutífero junto à fonte”. Seus sonhos foram inspirados e sustentados por Deus. José se manteve fiel ao Senhor mesmo diante da mais terrível tentação para um jovem da sua idade. Preferiu ser caluniado e preso, a ser seduzido pela mulher do seu patrão.

Por fim, observamos que o sonho de José era altruísta. Ele não sonhava só para si; “seus galhos se estendiam sobre o muro”. Significa que seus sonhos incluíam sua família, a sua nação, a nação egípcia, bem como toda a humanidade. Ele não queria a bênção só para si. O que mais lhe agradava era ser canal de bênçãos para outras pessoas.

É bom que você tenha sonhos. Mas lembre-se: ter um sonho não é suficiente. Um sonho não é nada, a menos que se torne realidade. E para que isso ocorra, é necessário ter disciplina, compromisso e investimento de energia e tempo.

Que o Senhor lhe faça um ramo frutífero; um ramo frutífero junto à fonte; que seus galhos se estendam sobre o muro, alcançando muitas vidas.

 
Pagina 9 de 402

Acesso Área Restrita

rss

Não foi especificada a URL da fonte de notícias.
Você está aqui: Início Atividades Semanal Editorial