Editorial semanal

Semear o bem

Texto adaptado pelo Rev. Carlos Fernandes Meier


No campo do mundo, somos semeadores. Não podemos fugir da responsabilidade de semear. Não digamos que o solo é áspero, que chove frequentemente, que o sol queima ou que a semente não serve. Não é nossa função julgar a terra e o tempo. Nossa missão é semear.
 
A semente é abundante! Um pensamento, um sorriso, uma promessa de alento, um aperto de mão, um conselho, um pouco de água. Todas essas coisas são sementes que germinam facilmente. Não devemos semear descuidadamente -  como quem cumpre uma missão desagradável. Devemos semear com interesse, com amor, com atenção, como quem encontra nisso o motivo central de sua felicidade!
 
E, ao semear, não pensemos: “Quanto nos darão? Quanto demorará a colheita?” Recordemos que não semeamos para enriquecer, aguardando o ganho multiplicado. Semeamos porque não podemos estar inativos, porque não podemos viver sem dar, porque não podemos servir a Deus sem servir aos demais!
 
Por certo a semente não cairá no vazio. Sem esperar recompensa, receberemos recompensa; sem esperar riquezas, enriqueceremos; sem pensar em colheita, nossos bens se multiplicarão. E tudo porque semeamos num Reino onde dar é receber, onde perder a vida é encontrá-la, onde gastar servindo é aumentar!
 
Semear sempre em todo o terreno, em todo o tempo, como se estivéssemos semeando o nosso próprio coração! Que cada instante da nossa vida sejamos semeadores do bem!

(Autor Desconhecido)

 
Pagina 346 de 372

Acesso Área Restrita

Você está aqui: Início Atividades Semanal Editorial