Editorial semanal

A palavra de Deus

Rev. Carlos Fernandes Meier
Pastor titular da 1ª IPIC

A Palavra de Deus é digna de confiança, afinal, ela se cumpre. Por Deus ser fiel é que a sua Palavra se torna verdadeira. Conscientes disso, todos deveríamos levar muito a sério as verdades bíblicas. Na Bíblia Sagrada, encontramos vários tipos de palavras: as de juízo, as que falam sobre o futuro, as promessas de salvação, entre tantas outras. Apesar de terem propósitos diferentes, há algo em comum entre elas: todas cumprem o que declaram.
 
As palavras de juízo pronunciadas por Deus a respeito do pecado são terríveis. Elas querem lembrar a todos nós como é aterrorizante estar longe do Senhor e afastado de seus caminhos. São alertas que dizem, por exemplo,  que “a alma que pecar, essa morrerá” (Êx. 18:20). Deus, em Sua Palavra, não brinca. Suas advertências são sérias e se concretizam.
 
As profecias de Deus sobre o futuro também se realizam. Na Bíblia, encontramos farto material que fala sobre o que ainda há de vir para o mundo, para o Universo e para o ser humano. Haverá de chegar o fim, quando Cristo irá retornar em glória. Haverá de chegar o dia do juízo final quando os benditos do Pai (Mt. 25:34) entrarão na posse do Reino que Deus lhes preparou, e os que não seguiram a Palavra de Jesus irão para o castigo eterno (Mt. 25:46).
 
Uma palavra que Deus anunciou de maneira muito especial a todos nós é a promessa de seu amor. A verdade mais especial que Ele nos deixou diz respeito ao próprio Jesus Cristo. Deus sabe das nossas dificuldades de viver segundo a sua santa lei. Contudo, Ele, em Jesus Cristo, nos anuncia uma mensagem de perdão, de consolo, de fortalecimento e de salvação. Esta é a palavra do Evangelho santo da graça restauradora, que liberta o pecador da escravidão da morte.
 
Receba a Palavra viva que é Jesus em sua vida!

 
Pagina 341 de 385

Acesso Área Restrita

Você está aqui: Início Atividades Semanal Editorial