Editorial semanal

A[r]mado pelo Pai

Rev. Cristiano Zioli

Fazemos parte de uma grande resistência num mundo dominado pelo mal. A arma da nossa resistência não é outra senão o amor. Orar por quem nos persegue, amar os nossos inimigos, lavar os pés de quem nos trai, curar a orelha de quem veio nos prender, dar a outra face a quem já bateu em uma, andar mais outra milha sendo que já andamos uma. Um chamado radical onde o amor sacrificial não é uma escolha e nem um sentimento; é um mandamento! Discípulo de Jesus ama e o mundo nos reconheceria se amássemos uns aos outros.

Em um tempo onde as armas estão nas manchetes e nas ações e desejos humanos, o Senhor nos ordena depor armas! Usar nossos corpos como libação para glória de Deus Pai, como Paulo nos mostra em sua própria experiência, escrevendo a Timóteo na segunda carta. Discípulo de Jesus não julga o próximo, seja ele quem for, porque sabe que o julgamento sobre si mesmo seria um desastre se não fosse a misericórdia de Deus. A graça de Jesus liberta até mesmo aqueles que o seguem sem conhecê-lo, de fato. Quando somos estilhaçados por Cristo, quando não sobrar mais nenhuma migalha ou grão de pó para contar a nossa história, de lá ressurge um ser novo, uma nova criatura; redimida, salva, liberta. Com os olhos de Deus no lugar dos nossos, vemos a destruição em que nosso mundo se encontra e não temos outra saída senão entrar nesse mundo, como Ele entrou, e amá-lo.

Não temos outra saída! Uma vez os olhos abertos, uma vez tocados por esse amor, não há como negar o chamado! Nós amamos, porque Ele nos amou primeiro!

 
Pagina 4 de 360

Acesso Área Restrita

Você está aqui: Início Atividades Semanal Editorial